Descubra quão funkeira (o) você é! - Frames

Descubra quão funkeira (o) você é!

O bailão não pode parar. Afinal, qual festa hoje não toca o “malemolente” funk? Entretanto, apesar de parecer simples ao olhar de muitos, esse gênero musical tem uma história muito rica e complexa. O nome “funk” não é à toa. Surgido nos anos 50 nos EUA, o pianista Horace Silver criou um estilo mais “ousado”, o qual chamou de funky style, uma junção do jazz e do soul.

Porém, o funk popularizou-se na década de 60 com o cantor James Brown. O ritmo misturava soul, jazz e R&B com o swing, estilo de dança das “quebradas” nova-iorquinas.

O funk mais parecido com o que temos nos dias atuais foi aparecer no Brasil apenas na década de 80, mais especificamente no Rio de Janeiro. A Soul Music tocada nos bailes proporcionados por produtoras como Furacão 2000 era misturada com o Miami Bass. O ritmo rápido e as letras maliciosas davam o tom mais carismático das músicas, que rapidamente tomaram o gosto das comunidades.

Com o passar do tempo, vários nomes fizeram sucesso no funk. Bonde do Tigrão, Tati Quebra-Barraco, Cidinho e Doca e por aí vai. As vertentes também mudaram bastante. Foi da “putaria” pro proibidão, ostentação, consciente e, atualmente, o ousadia. Ele saiu das quebradas do Rio de Janeiro para o Brasil inteiro. Hoje em dia, quebra a barreira de milhões e mais milhões de visualizações no YouTube, e já toca do baile de rua a festa de casamento.

Mas e aí, quão funkeiro você é? Descubra com o nosso quiz!

COMENTÁRIOS


POST RELACIONADOS